O novo coronavírus pode ser transmitido por meio dos alimentos?

O novo coronavírus pode ser transmitido por meio dos alimentos?

O novo coronavírus pode ser transmitido por meio dos alimentos?

Artigo de Daniéli Chela – Nutricionista, Especialista em Nutrição Estética, Fitoterapia, Vigilância Sanitária. MBA em Gestão de Marketing. Professora do curso de Copeiro da FACOP.

A Anvisa, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e autoridades estrangeiras relacionadas ao controle sanitário de alimentos, indicam NÃO HAVER EVIDENCIAS DE CONTAMINAÇÃO PELO NOVO CORONAVÍRUS ATRAVÉS DOS ALIMENTOS. A dinâmica da pandemia mostra que a transmissão do vírus tem ocorrido de pessoa para pessoa, pelo contato próximo com um indivíduo infectado ou por contágio indireto, ou seja, por meio de superfícies e objetos contaminados, principalmente pela tosse e espirro de pessoas infectadas.

Ainda segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o comportamento do novo coronavírus demonstra que ele é semelhante aos outros tipos da mesma família, portanto pode persistir por poucas horas ou vários dias, dependendo do tipo de superfície, temperatura e umidade do ambiente. Entretanto, são eliminados pela higienização ou desinfecção das superfícies pela ação de detergentes, sabões e desinfetantes, bem como pela lavação das mãos.

Na preparação de alimentos, destaca-se ainda que o vírus é sensível às temperaturas normalmente utilizadas para cozimento dos alimentos (em torno de 70ºC), e que precisa de um hospedeiro – animal ou humano – para se multiplicar. Assim sendo, uma das estratégias principais para evitar a exposição é redobrar os cuidados com a higiene do ambiente, dos alimentos e a higiene pessoal, particularmente a lavação frequente das mãos. Os cuidados básicos na manipulação de alimentos também devem ser levados em consideração pois previnem, além do novo coronavírus, uma série de outras doenças.

A seguir estão alguns cuidados que você deve tomar com a higiene tanto do ambiente, higiene pessoal e dos alimentos:

  • Lave as mãos com frequência, antes de começar a preparar os alimentos, depois de tossir, espirrar, coçar ou assoar o nariz, coçar os olhos ou tocar na boca, manusear celular, dinheiro, lixo, ir ao sanitário, ou seja, REGULARMENTE.
  • Mantenha unhas curtas, sem esmalte ou base.
  • Não use adornos: como exemplo relógios, anéis e pulseiras pois podem acumular sujeiras e microrganismos além de dificultar a correta higienização das mãos;
  • Mantenha os cabelos presos ou protegidos com coberturas durante o preparo do alimento afim de evitar quedas de cabelo nos alimentos e utensílios;
  • Não converse, espirre, tussa, cante em cima das superfícies, dos alimentos, ou utensílios.
  • Dê atenção à higienização das superfícies ou utensílios após a manipulação de carnes cruas ou vegetais não lavados afim de evitar a contaminação cruzada. Utilize apenas produtos regularizados pela Anvisa e observe as recomendações de uso.
  • Cozinhe bem os alimentos, uma vez que muitos dos agentes causadores das doenças transmitidas por alimentos (DTA’s) são sensíveis ao calor.
  • Devemos ter atenção redobrada com a procedência e a higiene dos alimentos que serão consumidos crus.
  • Não esqueça de limpar bem as embalagens dos alimentos antes de abri-las e depois de abertas transfira o conteúdo das latas para utensílios vedados com tampa e acondicione corretamente conforme orientação do fabricante.

Tomando esses e outros cuidados no momento do preparo dos alimentos você garante a você e a sua família alimentos seguros e minimiza os riscos de contágio por outras doenças que podem ser transmitidas por alimentos.

Fonte:

http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/o-novo-coronavirus-pode-ser-transmitido-por-alimentos-/219201

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *